O jornal mais antigo em circulação do Agreste Setentrional de Pernambuco

Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2020 01:56

Promessa paga: após caminhada de 115 km, Lucas deixa cruz na Igreja das Graças, em Recife

19/09/2020

Lucas em frente à Igreja de Nossa Senhora das Graças, no Recife (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

Promessa feita, promessa cumprida. O aposentado Roque José da Silva, de 64 anos, conhecido como Lucas da Compesa, concluiu na manhã desta sexta-feira (18), o longo trajeto de 115 km que fez a pé, com uma cruz de 35 kg nas costas, iniciado na segunda-feira (14), em Surubim até o altar da Igreja de Nossa Senhora das Graças, em Recife.

A caminhada começou na Praça Irmão Bernardo Aguiar, em frente ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais, no Centro da cidade. Por dia, Lucas avançava cerca de 25 km parando apenas à noite para dormir. Durante o percurso, contou que muitas pessoas o paravam querendo lhe dar dinheiro e ele recusando. “Chegaram a me oferecer R$ 100”, disse.

Cruz foi deixada no altar da Igreja de Nossa Senhora das Graças (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

A promessa foi a reafirmação do agradecimento por graças alcançadas após enfrentar três cirurgias, uma de úlcera e duas no cérebro. Em 2013, ele levou uma cruz de  54 kg a Juazeiro do Norte (CE), a terra do padre Cícero. Foi de motocicleta. No final do ano passado, saiu de Surubim a pé, com outra cruz, desta vez de 67kg, até o morro da Conceição, em Recife. Questionado por nossa reportagem porque agora a cruz foi mais leve, Lucas respondeu que a anterior provocou ferimentos nas costas e nos ombros, por isso pediu para nesta reduzir o peso.

O aposentado foi recebido pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, dom Limacêdo Antônio da Silva (à esq.) (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

Ao chegar na Igreja das Graças, o aposentado foi recebido pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, dom Limacêdo Antônio da Silva. “Tivemos uma boa conversa. Será feita uma matéria para o site da Arquidiocese. É um belo testemunho de fé”, afirmou o religioso ao editor do Correio do Agreste, Fernando Guerra.

Relacionado

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *