O jornal mais antigo em circulação do Agreste Setentrional de Pernambuco

Sexta-Feira, 19 de Julho de 2024 02:50

Em visita da governadora, público antecipa o clima da campanha eleitoral em Surubim

04/07/2024

Governadora Raquel Lyra (PSB) fez anúncio de várias obras para a região (Foto: Janaina Pepeu/ Divulgação)

Os ânimos ficaram acirrados nesta quarta-feira (3), durante a visita da governadora Raquel Lyra (PSDB) a Surubim. Os grupos da prefeita Ana Célia (PSB) e do pré-candidato à Prefeitura de Surubim, Cléber Chaparral (UB), protagonizaram embates de vaias e aplausos durante todo o evento. A situação ficou tão complicada, com clima de disputa de “torcidas organizadas”, que a governadora tão logo chegou no local, pegou o microfone e pediu para que as pessoas respeitassem o momento.

Sem contar as vezes que Raquel teve que gesticular com as mãos pedindo que a barulheira que tomava conta do espaço parasse. Cenas lamentáveis. No palco, a governadora reuniu políticos aliados e adversários, incluindo as vereadoras Véia de Aprígio (PSB) e Ivete do Sindicato (PT), pré-candidatas à Prefeitura apoiadas por Ana Célia. Infelizmente, a prática de se organizar grupos para vaiar adversários e aplaudir correligionários vem se tornando comum nos eventos oficiais em Pernambuco, mas nunca se tinha visto isso em Surubim.

Na cerimônia, a governadora anunciou a retomada da construção de cerca de 23 quilômetros da rodovia PE-83, que liga a cidade de Cumaru até o entroncamento com a PE-90, em Surubim, com um custo avaliado em pouco mais de R$ 60 milhões, beneficiando 74 mil moradores. Também foram autorizadas as obras da primeira etapa da pavimentação de dois quilômetros da estrada de acesso ao Sítio Varjão, em parceria com a Prefeitura de Orobó, custando quase R$ 3,5 milhões só dos cofres do Estado; a construção de uma nova estação de tratamento de água em Surubim, que será integrada ao complexo do Sistema Jucazinho, reduzindo o rodízio da cidade a partir do aumento da vazão para 300 litros por segundo, em um investimento de R$ 15 milhões; a recuperação e ampliação de duas estações elevatórias, do sistemas de bombeamento do Sistema Jucazinho, avaliada em R$ 3 milhões; a implantação do sistema de abastecimento para a comunidade rural de Sítio Capim, a um custo de R$ 100 mil reais, atingindo positivamente 200 pessoas e a autorização de um aporte financeiro destinado para o subsídio e aquisição de bens permanentes para unidades educacionais e a realização de obras de infraestrutura para os municípios de Bom Jardim, Casinhas e Orobó.

Relacionado

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *