O jornal mais antigo em circulação do Agreste Setentrional de Pernambuco

Quinta-Feira, 20 de Junho de 2024 10:18

Morre o desembargador João David de Souza Filho; magistrado será sepultado em Santa Maria do Cambucá

08/06/2024

Natural de Santa Maria do Cambucá, magistrado foi juiz de Surubim em 1952 (Foto: Reprodução/ Divulgação)

Do blog do Magno

O desembargador aposentado João David de Souza Filho, um dos grandes nomes da magistratura pernambucana, faleceu na madrugada de ontem. Ele faria 102 anos de idade no próximo dia 30 deste mês. O corpo será velado neste sábado (8), no Salão dos Passos Perdidos do Palácio da Justiça, das 11h às 15h. O sepultamento será em Santa Maria do Cambucá, sua cidade natal.

O presidente do TJPE, desembargador Ricardo Paes Barreto, determinou cinco dias de luto no Judiciário pernambucano. “Trata-se de uma grande perda para todo o Judiciário pernambucano. Fica o legado de uma vida inspiradora para todos nós. O desembargador João David foi um exemplo de trabalho, competência e honradez em todos os sentidos. Que Deus conforte o coração de familiares, parentes e amigos”, disse o presidente do TJPE.

A trajetória de vida do desembargador João David de Souza Filho caminha lado a lado com a história do Judiciário pernambucano. Filho de João David de Souza e Luiza Severina David de Souza, ele nasceu em 30 de junho de 1922, em Santa Maria do Cambucá, no Agreste do Estado. Em 1947, formou-se em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e poucos meses depois foi aprovado no concurso para juiz do TJPE.

João David foi nomeado juiz de direito em 1948 e foi trabalhar em Serrita, no Sertão. Depois, atuou nas comarcas de Salgueiro (1948), Pedra (1950), Lagoa dos Gatos (1950), Taquaritinga do Norte (1951), Surubim (1952), São Joaquim do Monte (1957) e Água Preta (1958), até ser promovido, por merecimento, para a Capital em 1962.

Chegando na Capital, o magistrado atuou em Varas de Família durante 15 anos, área do direito é a que sempre teve mais afinidade. Nesse período, o magistrado também exerceu atividades no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) durante dois biênios e chegou a atuar como presidente da instituição.

Pelo critério de antiguidade, João David de Souza Filho foi promovido a desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco no ano de 1984. Em 1987, foi eleito Corregedor Geral da Justiça e, em 3 de fevereiro de 1992, assumiu a Presidência do TJPE. Exerceu todos os cargos de direção do Poder Judiciário: juiz, desembargador, corregedor-geral, juiz eleitoral, presidente do TRE e presidente do TJPE.

 

Relacionado

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *