O jornal mais antigo em circulação do Agreste Setentrional de Pernambuco

Quinta-Feira, 20 de Junho de 2024 09:02

Erem Ana Faustina apresenta projeto na Expo Milset Brasil e conquista credencial para o Peru

03/06/2024

Estudante Jânio Santos e a professora Janailza Lima da Erem Ana Faustina na Expo Milset, em Fortaleza (CE) (Foto: Divulgação/ Reprodução)

Entre os dias 27 e 30 de maio, o estudante Jânio Santos e sua orientadora, a professora Janailza Lima, da Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Ana Faustina, de Surubim, participaram da Expo Milset Brasil, exposição do Movimento Internacional para o Desenvolvimento Científico e Técnico, em Fortaleza (CE), apresentando o projeto: “My Feelings – Conectando Emoções”, que conquistou o terceiro lugar na categoria ciências sociais e aplicadas.

A Milset é uma organização juvenil não governamental, sem fins lucrativos, politicamente independente e que visa desenvolver a cultura científica entre os jovens por meio da organização de programas de ciência e tecnologia, incluindo feiras e campos de ciências, congressos entre outras atividades.

O projeto também foi avaliado no ranking dos melhores trabalhos, destacando-se pela excelente apresentação e disseminação científica, o que garantiu, além de certificados, medalhas e troféu, a credencial para ser apresentado na Expo Milset América Latina – Amlat que acontecerá no Peru, em novembro de 2024.

Inicialmente, o projeto “My Fellings – Conectando Emoções”, foi apresentado em novembro de 2023 na 29.ª Feira Internacional da Ciência Jovem que aconteceu em Recife, conquistando o 2.º lugar na categoria desenvolvimento tecnológico, garantindo a credencial para a Expo Milset.

A Milset está presente em todos os continentes do mundo e possui vínculo direto com instituições de ensino que, interligadas, beneficiam milhares de estudantes protagonistas e pesquisadores.

No evento, estiveram reunidos projetos de alunos do Ensino Fundamental, Médio e Superior de todos os Estados do país, além de projetos internacionais de diversas nações.

A professora Janailza Lima enfatiza a importância da pesquisa científica realizada por estudantes desde a educação infantil, que desempenha um papel essencial no desenvolvimento integral dos jovens protagonistas e futuros acadêmicos, influenciando-os positivamente em diversos aspectos de sua formação. “Participar de eventos científicos como feiras, jornadas, congressos, mostras educativas, entre outros eventos que envolvam pesquisa e conhecimento científico, propicia aos discentes ampliar o desenvolvimento do pensamento crítico, a tomada de decisões e a resolução de problemas. Envolver-se em pesquisa científica desde cedo estimula os estudantes a questionarem o mundo ao seu redor e a buscarem respostas fundamentadas em fontes teóricas”.

A pesquisa científica realizada pelo estudante Jânio Santos, se propõe a investigar temas como ansiedade, sentimentos e depressão que afetam jovens desde a infância até a vida adulta e tem como objetivo, ajudar estudantes da Erem Ana Faustina a enfrentar crises de ansiedade e sofrimento emocional oferecendo suporte para melhor entender e organizar os sentimentos, auxiliando-os a identificar as emoções, compreendendo a mensagem que elas tentam passar.

Para dar um norte a pesquisa, foram apresentados os seguintes questionamentos: Como está à saúde mental dos jovens e adolescentes no mundo pós-pandemia? De que forma as relações interpessoais podem contribuir para a melhoria dos aspectos emocionais e com a saúde mental dos jovens?

De acordo com Jânio Santos, um dos idealizadores do projeto, a pesquisa sobre questões emocionais e saúde mental, incentiva o desenvolvimento da empatia e da sensibilidade nos estudantes e, ao explorar as experiências e os desafios enfrentados por indivíduos que lidam com ansiedade e depressão, os jovens aprendem a valorizar a importância do apoio emocional e da compreensão mútua. “Essa sensibilidade é crucial para a construção de relações interpessoais saudáveis e para a criação de uma comunidade escolar mais solidária”, afirma.

O projeto recebeu apoio do Governo do Estado de Pernambuco por meio da GRE (Gerência Regional de Educação) – Vale do Capibaribe, da comunidade escolar da Erem Ana Faustina e da Secretaria Municipal das Juventudes de Surubim.

“Agradecemos também aos familiares e amigos que acreditam no poder transformador da educação, entendendo a importância da disseminação do conhecimento científico na formação acadêmica dos estudantes. Sem o apoio e contribuição financeira dessas instituições e pessoas, o projeto My Feelings não teria a oportunidade de participar da Milset, e ter conquistado as premiações citadas.”, conclui a professora Janailza Lima.

Relacionado

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *