O jornal mais antigo em circulação do Agreste Setentrional de Pernambuco

Segunda-Feira, 1 de Março de 2021 06:59

Seminário da Cajucultura do Agreste Setentrional recebe avaliação positiva

19/12/2015

Cajucultores, líderes comunitários, estudantes, parlamentares e curiosos lotaram o plenário da Câmara de Vereadores de Casinhas por ocasião do encerramento do I Seminário da Cajucultura do Agreste Setentrional, ocorrido na manhã do último dia 25 de novembro. Técnicos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) — responsável pela organização do evento, com apoio do Governo do Estado, através da Secretaria de Agricultura —, que vieram do Estado do Ceará exclusivamente para explanar sobre a nova alternativa para o soerguimento econômico da região, ministraram palestras e minicursos para a população durante dois dias.
A programação em Casinhas constou de palestras com os técnicos cearenses Antônio Teixeira e José Edilson. Em seguida, os participantes do seminário se dirigiram até o centro da cidade onde puderam participar de mini-oficinas sobre o processamento do caju na unidade móvel da Embrapa Agroindústria Tropical. “Estamos dando o pontapé inicial no processo de inserção da cajucultura aqui em Casinhas”, salientou um dos técnicos da empresa. A abertura do evento aconteceu um dia antes, no dia 24, no Auditório Naércio Pessoa, da EREM Severino Farias, na vizinha cidade de Surubim, também com o registro de um grande público, além das presenças do secretário de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco, Nilton Mota, do presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Gabriel Maciel, e de vários prefeitos, vereadores e secretários da região.
Quem também fez questão de acompanhar cada momento da ampla programação do seminário foi a prefeita de Casinhas, Rosineide Barbosa. “Casa cheia em Casinhas com a presença dos nossos cajucultores. Em Surubim também tivemos um bom quantitativo de pessoas com o interesse de resgatar a cajucultura nos municípios da região. O balanço foi muito positivo, ficamos muito felizes e satisfeitos com o resultado geral do evento”, comemorou a gestora.
A prefeita ainda destacou a visita que fez com técnicos da Embrapa às comunidades rurais do Catolé, Lagoa Escondida e Areia de Chatinha com o objetivo de identificar o local apropriado para instalação de um Jardim Clonal. “Estivemos nessas comunidades e os técnicos ficaram muito entusiasmados com o nosso solo, com a nossa qualidade de trabalho, com o desejo que nós temos em fazer um município maior e melhor”, contou.

Relacionado

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *