O jornal mais antigo em circulação do Agreste Setentrional de Pernambuco

Segunda-Feira, 23 de Maio de 2022 02:25

Noé da Ciranda se apresentará mensalmente no Memorial dos Severinos

01/04/2022

Noé comandará roda de ciranda no primeiro domingo de cada mês (Foto: Ashlley Melo/ Divulgação)

O Memorial dos Severinos ou Parque dos Mamulengos Gigantes, em Lagoa Nova, zona rural de Surubim, inicia uma nova parceria com Noé da Ciranda. No primeiro domingo de cada mês, haverá uma grande roda de ciranda comandada pelo artista popular.

A iniciativa  faz parte do projeto “Vem Mamulengá no Memorial”, que tem incentivado as manifestações culturais locais e regionais no espaço. O primeiro evento ” Noé da Ciranda no Memorial” será  neste  domingo, dia 3 de abril, das 16h30 às 18h30 e terá a  participação especial do poeta surubinense Klebson de Oliveira.

A entrada é gratuita. Será exigido o uso de máscara, principalmente para quem estiver participando da dança de ciranda. De janeiro deste ano até janeiro de  2023, todas as atividades culturais  no local serão comemorativas  aos 40 anos de  arte de Severino Iabá, criador do Memorial, aos 50 anos do Movimento Armorial, idealizado  por Ariano Suassuna, em 1970 e aos 100 anos da Semana de Arte Moderna de 1922.

Outras informações sobre a programação podem ser obtidas pelo fone (31) 9-9171-1314

Noé da Ciranda

Noé Souto Maior Barbosa, conhecido como Noé da Ciranda é, neste momento, indiscutivelmente, o maior artista popular do município de Surubim. Fundador da Ciranda Rosa Branca tem levado o nome de sua terra natal para todos os recantos do estado. Sua atuação brilhante tem lhe valido o respeito e a admiração de um público fiel às tradições da nossa cultura popular.

Desde o início da pandemia começou a utilizar as redes sociais para difundir expressões da música folclórica pernambucana, algumas delas quase em desuso como o coco e a mazurca, além da Ciranda, ritmos que fazem a riqueza da musicalidade pernambucana. No primeiro ano quando o coronavírus impôs o recolhimento das famílias em suas residências, Noé realizava semanalmente duas lives para difundir sua arte, depois de um ano passou a fazê-lo uma vez e hoje suas lives realizam-se quinzenalmente.

Improvisador emérito tira versos de forma espontânea o que o diferencia de tantos outros cirandeiros do estado. Noé da Ciranda é um patrimônio vivo da nossa arte popular, talento surubinense a serviço da cultura nordestina.

Relacionado

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *