O jornal mais antigo em circulação do Agreste Setentrional de Pernambuco

Sábado, 26 de Setembro de 2020 02:45

Jucazinho atinge 10% da capacidade e garante abastecimento por pelo menos 1 ano para a região

22/03/2020

Neste domingo (22), a Barragem de Jucazinho atingiu 10,35% da sua capacidade e atualmente acumula 21.138.000 m³, segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Mesmo antes do reservatório chegar a esse patamar, a Compesa já havia anunciado na sexta-feira (20), quando o manancial acumulou 8,12%, que depois de quatro anos, a barragem havia saido do estágio de pré-colapso com o percentual abaixo de 1% que vinha sendo registrado desde 2016, o que permitirá reduzir o rodízio em oito cidades do Agreste. De acordo com a presidente da Companhia, Manuela Marinho, essa é uma medida que deve se estender a outros três municípios que são atendidos pela barragem nos próximos dias.

“A Compesa está trabalhando incessantemente para levar mais água para a população em todo o Estado. Com o volume de chuvas acumulado em Jucazinho, a água chegará gradativamente aos municípios da Região do Agreste e será levada às outras cidades região, aumentando o nosso atendimento”, explica.

O novo regime de distribuição de água que entra em vigor será de cinco dias com água para 25 sem, nas cidades de Surubim, Casinhas, Salgadinho, Vertente do Lério, Santa Maria do Cambucá, Frei Miguelinho, Vertentes e Toritama. Estes municípios vinham sendo abastecidos de acordo com o calendário de dois dias com água para 28 sem, com a realidade de abastecimento em apenas 50% dos bairros em cidades como Casinhas, Vertentes e Frei Miguelinho. Estas cidades passam agora a ter todos os bairros contemplados com água.

Outros três municípios do Agreste, entre os 11 atendidos por Jucazinho, também serão beneficiados com a diminuição no rodízio. A Compesa está realizando ajustes operacionais no sistema que vão permitir o fornecimento no esquema de quatro dias com água para três sem, em Passira e Riacho das Almas, e três dias com água para quatro sem no município de Cumaru. Antes, o regime de distribuição era de dois dias com água para 28 sem.

Com o volume acumulado na Barragem de Jucazinho já é possível garantir o novo calendário de abastecimento das cidades por pelo menos um ano. A depender das chuvas, a expectativa é ainda mais animadora. “Estamos animados com esse percentual por conseguir de imediato melhorar o abastecimento desses municípios e, posteriormente, aumentar ainda mais o nível da barragem, uma vez que a Região do Agreste ainda não está oficialmente no seu período chuvoso”, declara Marinho.

Neste sábado (21), foi concluída a instalação de um motor-bomba de maior capacidade na barragem e desde à noite de ontem, o sistema opera com o máximo que pode transportar de água para Surubim, permitindo que todas as áreas da cidade sejam abastecidas. A previsão é de que até terça-feira (24), a Compesa divulgue um novo calendário de abastecimento.

Outra boa notícia é que o Rio Capibaribe continua perene desde Jucazinho até a barragem de Poço Fundo, em Santa Cruz do Capibaribe. Segundo medição da Agência Nacional de Águas (ANA), realizada na manhã deste domingo (22), em Toritama, o rio está com uma vazão de 46.200 litros por segundo.   

(Da Redação com informações da assessoria de imprensa da Compesa)

Relacionado

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *