O jornal mais antigo em circulação do Agreste Setentrional de Pernambuco

Segunda-Feira, 23 de Maio de 2022 03:22

Artista surubinense Carol do Coco lança seu primeiro álbum visual, “Coco Dendê”, nesta quinta-feira (28)

27/04/2022

Gravado durante a pandemia em Surubim, “COCO DENDÊ” é o nome do álbum visual e EP de Carol do Coco. (Foto: Repdrodução/ Divulgação)

Após mais de 15 anos à frente da banda Casas Populares da BR 232, a artista Carol do Coco, agora em carreira solo, lançará, nesta quinta-feira (28), seu primeiro álbum visual, intitulado “Coco Dendê”, em seu canal no Youtube. Produzido durante a pandemia, com apoio da Lei Aldir Blanc PE, o projeto musical e visual conta com quatro canções.

A sonoridade da cultura popular nordestina aliada à poesia de vida, negra, cabocla, LGBTQIA+ são os motes de inspiração para esta andarilha do agreste pernambucano que retrata em suas letras os encontros com as encruzilhadas do mundo. Carol reúne em seu repertório músicas próprias como também do cancioneiro do samba de caboclo, à qual a artista dedica o álbum e presta homenagem.

Nas letras de suas canções a artista apresenta o universo da cultura popular em diálogo por diferentes territórios do Nordeste. De Pernambuco traz a sonoridade e métrica de composição da brincadeira que empresta seu nome artístico, o Coco de Roda. E da Bahia, mais precisamente do recôncavo, a presença do samba de roda e samba de caboclo. Há mais do que somar os ritmos, existe a troca de ciências e a encantaria de ter fé na festa entre o Coco e o Samba de Roda.

“Corre Estrela”, “Toada de Capangueiro”, “Coco Dendê” e “Som da Mata” são as faixas do EP e álbum visual. Gravado no Tuca Studio Digital de Surubim em março de 2022, o álbum tem participação das cantoras das Casas Populares da Br 232, Naya Lopes, Joana Xeba e Quequel Santana e também a participação de Luanda Luá no coro. Igor Lopes e Éthel Oliveira também participam com palmas na faixa dedicada ao caboclo.

O álbum visual foi filmado em Surubim. As locações foram desde a feira e pista de vaquejada da cidade, às proximidades serranas de Tatus e nas Pedreiras do Taepe. As cenas de dança estão com a presença da cantora Yannara, dos performer`s Tacia, Emanuel Xavier e João Malunguinho; e do ator Igor Lopes, todos ativistas da cultura de Surubim e agreste pernambucano.

Carol é cantora, compositora, musicista e produtora musical-cultural pernambucana, aluna do mestrado profissional em História da África, Diáspora e Povos Indígenas no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL) e graduanda do Técnico Superior em Produção Musical do Centro de  Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas (CECULT), ambos vinculados à Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e vive Surubim e Cachoeira (há pouco mais de quatro anos).

“COCO DENDÊ” é um projeto realizado por Carol do Coco e tem incentivo do Estado de Pernambuco através da Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco – SECULT PE via Edital Criação, Fruição e Difusão LAB PE – 2ª Edição.

Mais Informações:

Instagram: @caroldococo

Site: https://caroldococo.wordpress.com/

Youtube:caroldococo

Fonte: Assessoria de Imprensa Carol do Coco

Relacionado

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *