O jornal mais antigo em circulação do Agreste Setentrional de Pernambuco

Segunda-Feira, 1 de Março de 2021 07:19

Cor da água fornecida pela Barragem de Jucazinho deve ser normalizada até esta sexta-feira (15), diz Compesa

14/01/2021

Barragem de Jucazinho apresentou aumento na concentração de manganês. Fenômeno ocorreu também em 2018 (Foto: Compesa/ Divulgação)

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou nesta quinta-feira (14) através da sua coordenação em Surubim, que nos últimos dias ocorreu um aumento da concentração de manganês na água da Barragem de Jucazinho. Esse metal atribui coloração à água durante o processo de desinfecção (ou aplicação de cloro), deixando a cor âmbar ou marrom.

Segundo a Compesa após a detecção do problema, foi providenciada meia tonelada de soda cáustica para aplicação no processo de tratamento na estação localizada na Barragem de  Jucazinho. A utilização do produto foi iniciada na terça-feira (12) à noite.

Ainda segundo a companhia, desde a quarta-feira (13) pela manhã, os resultados observados foram melhores e a expectativa é de que até esta sexta-feira (15) a situação esteja totalmente normalizada. A estatal informou também que mesmo com coloração escura, à agua não oferece riscos à saude da população.

Esta não é a primeira vez que a reação química ocorre no reservatório. Em 2018, a Compesa também teve que fazer uma intervenção na estação de tratamento para corrigir o problema.  O fato foi noticiado na época pelo Correio do Agreste. Relembre clicando aqui.

Relacionado

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *