O jornal mais antigo em circulação do Agreste Setentrional de Pernambuco

Sábado, 11 de Julho de 2020 05:10

Comissário da Polícia Civil assassinado em Surubim vinha sendo ameaçado de morte, diz Sinpol

31/05/2020

José Rogério era policial civil há 30 anos e trabalhava atualmente no Comando de Operações e Recursos Especiais (Core), em Recife (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol), divulgou uma nota de pesar pelo assassinato do comissário de Polícia Civil José Rogério Duarte Batista, de 56 anos, ocorrido na tarde de sábado (30), em Surubim. No texto, a entidade afirma que policiais que trabalhavam na Delegacia do município de Casinhas vinham sendo ameaçados de morte por lideranças de uma facção criminosa que comanda o tráfico de drogas na região e por isso procuraram o sindicato no ano passado   para serem removidos da cidade.

Neste domingo (31) também foi divulgada a informação de que o comissário havia registrado um boletim de ocorrência no dia 7 de maio deste ano, na Delegacia Seccional de Limoeiro, relatando as ameaças.

José Rogério era policial civil há 30 anos e trabalhava atualmente no Comando de Operações e Recursos Especiais (Core), em Recife. Ele morava na comunidade de Lagoa de Pedra, zona rural de Casinhas e foi morto no Trevo de Surubim com tiros de fuzil. Câmeras de segurança flagram o crime. O comissário se preparava para atravessar a rodovia PE-90, quando foi abordado por dois homens que chegaram em uma picape Fiat Toro. Um terceiro envolvido também participou da ação mas não efetuou disparos. A perícia encontrou no local 11 estojos tipo garrafa e dois projéteis.

Poucas horas após o assassinato, dezenas de policiais civis e militares, com um grande número de viaturas se reuniram na Delegacia de Surubim, para iniciarem a investigação do homicídio. Até agora não foram divulgadas informações sobre identificação ou prisão dos  suspeitos.

Além do Sinpol, o deputado estadual delegado Erick Lessa, coordenador-geral da Frente Parlamentar de Segurança Pública da Assembéia Legislativa de Pernambuco (Alepe), lamentou a morte do policial.

NOTA DE PESAR DO DELEGADO ERICK LESSA

“Com muito pesar, recebemos a notícia sobre assassinato do policial civil José Rogério Duarte Batista, na tarde deste sábado (30.05), por volta das 16h20, às margens da PE-90, em Surubim, ao retornar de uma jornada de trabalho.
.
Com 30 anos de serviços prestados à instituição, ele estava lotado no Comando de Operações e Recursos Especiais (Core) e atuava fortemente no combate ao tráfico de drogas na região, já havia desempenhado funções nas delegacias circunscricionais dos municípios de Amaraji, Escada, Casinhas, Surubim, Itaíba, Cumaru, Custódia, Tupanatinga e Bom Jardim. Sua ficha funcional registra diversos elogios da Chefia de Polícia Civil e dos poderes Legislativo e Judiciário.
.
Em nome da Frente Parlamentar de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Pernambuco, conclamamos que as investigações ocorram com celeridade, para que os criminosos sejam localizados e punidos de acordo com a lei.
.
Prestamos nossa solidariedade para com todos os parentes e amigos do policial. Que Deus conforte o coração de todos.
.
Delegado Erick Lessa
Deputado estadual e coordenador-geral da Frente Parlamentar de Segurança Pública da Alepe

NOTA DO SINPOL

“O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco vem a público externar toda a sua tristeza e indignação com a morte do Comissário de Polícia José Rogério Duarte Batista, 56 anos, brutal e covardemente assassinado, no dia de sábado, 30/05, na cidade de Surubim.

No ano passado, os Policiais de Casinhas procuraram o SINPOL para serem removidos daquela Unidade Policial, uma vez que estavam sendo ameaçado de morte pelas lideranças da facção criminosa que comanda o tráfico de drogas na região. O SINPOL se reuniu com Joselito Kherle (Chefe de Polícia), Sylvania Lellis DRACO), Paulo Berenguer (GOE) e Benedito Anastácio (DIRH)e cobraram as remoções dos Policiais e equipes Policiais fixas da DRACO e do GOE para investigar e prender os criminosos que ameaçavam os Policiais da região de Surubim.

A Diretoria do SINPOL se dirige a cidade de Surubim para prestar apoio e solidariedade a categoria, acompanhar e cobrar de forma categórica as investigações desse crime absurdo e inconcebível. Não podemos descansar apenas com a prisão dos assassinos. É urgente e imperioso operações e equipes dedicadas para erradicar o crime organizado na região de Surubim.

A DIRETORIA”

Relacionado

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *