O jornal mais antigo em circulação do Agreste Setentrional de Pernambuco

Sábado, 15 de Dezembro de 2018 11:20

Cambista morre afogado na zona rural de Vertente do Lério

26/11/2018

Cambista não sabia nadar e mergulhou em uma área profunda do manancial (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

O cambista Wiliam Giliard Lucena da Silva, de 43 anos, mais conhecido por “Bagagem”, morreu afogado na tarde deste domingo (25), no açude de uma propriedade rural no Sitio Trapiá, em Vertente do Lério. Ele participou de uma caminhada com amigos e por volta das 12h30, quando o grupo se preparava para voltar, resolveu mergulhar no manancial e não voltou mais à superfície.

Segundo informações de testemunhas, o cambista havia passado a manhã se banhando nas águas do açude, mas em uma área de pouca profundidade, já que não sabia nadar. O local onde aconteceu o afogamento é um dos mais fundos da barragem, o que dificultou o socorro. Amigos ainda tentaram salvá-lo mas não conseguiram retirá-lo da represa. O corpo só foi resgatado pelos bombeiros no final da tarde e em seguida encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), em Caruaru.

O velório acontece na residência da vítima, localizada na Rua Professor José Geraldo de Souza, N.º 27, próximo à Escola Estadual Severino Farias, no Centro de Surubim. O sepultamento será às 17h no Cemitério São José. O cambista deixa esposa e dois filhos.

Relacionado

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *