O jornal mais antigo em circulação do Agreste Setentrional de Pernambuco

Domingo, 23 de Setembro de 2018 08:53

Madrugada de terror em Surubim; bandidos atacam quatro agências bancárias

10/07/2018

 

Agência do Bradesco foi uma das quatro atacadas na madrugada desta terça-feira (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

A população de Surubim viveu momentos de terror na madrugada desta terça-feira (10). Por volta de 0h40 bandidos fortemente armados com fuzis e metralhadoras invadiram a cidade atirando para o alto e atacaram quatro agências bancárias. O bando se espalhou por vários pontos, bloqueando as principais ruas que dão acesso ao Centro. Em frente ao 22.º Batalhão da Polícia Militar, os criminosos atearam fogo em um veículo para dificultar a saída do efetivo. Eles ainda atiraram contra o prédio que no momento estava com 12 PMs. De início, os policiais revidaram mas tiveram que se abrigar em seguida, devido ao poderio do armamento dos bandidos.

Na Rua João Batista, os assaltantes explodiram as portas das agências da Caixa, do Banco do Brasil, do Santander e do Bradesco. Apenas a do Banco do Nordeste foi poupada. Segundo informações da Polícia Militar, os bandidos conseguiram explodir os cofres da Caixa, do Banco do Brasil e do Santander. Neste último, todo o numerário foi levado. Os valores não foram informados. Nas quatro agências, os caixas eletrônicos ficaram intactos. Pelo tamanho da ação, a Polícia estima que o grupo era formado por cerca de 40 homens divididos em diversos veículos.

Durante a ação, bandidos fizeram reféns. As imagens foram captadas por câmeras de segurança (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

Durante os ataques, os assaltantes fizeram três homens reféns, um deles foi agredido porque teria se negado a entregar a chave de um Corolla branco (veja vídeo abaixo). A vítima foi identificada como Alanderson Pedro da Silva, de 26 anos, mais conhecido por “Neno”, morador da Rua Guilherme Gomes da Silva, na Chã do Marinheiro. Ele estava com amigos bebendo próximo à Praça Dídimo Carneiro, quando foi abordado pelos bandidos . Após se negar a atender a ordem dos assaltantes, o rapaz foi espancado.

Caminhonete foi incendiada em frente ao 22.º Batalhão da PM (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

Na fuga, os reféns foram colocados sem camisa em cima do capô dos veículos e depois libertados na comunidade de Lagoa Nova, na zona rural do município. Alanderson recebeu os primeiros atendimentos no Hospital São Luiz e foi transferido em seguida, para o Hospital Otávio de Freitas, em Recife, mas não corre risco de morte.

Os bandidos ao saírem das agências, espalharam grampos por onde passavam. Antes mesmo de chegar a Surubim, o bando já havia jogado essas peças de metal na Rodovia PE-90, conforme relato de moradores das localidades de Aroeiras, em Bom Jardim e Junco, em Vertentes. Nesta última, um veículo Saveiro foi incendiado em uma ponte, no meio da pista. A Polícia investiga se o caso tem alguma relação com o assalto, como mais uma tentativa de dificultar a chegada de reforço policial. O grupo fugiu  em direção à PE-106 que liga Surubim a Vertente do Lério e à Paraíba.

 

O barulho de rajadas de metralhadoras e fuzis foi ouvido durante quase uma hora nas principais ruas da cidade e assustou a população. Marcas dos disparos foram encontradas nas paredes dos bancos e em imóveis próximos. Cápsulas de fuzis 556 e 762 e de metralhadoras “Ponto 50″ foram recolhidas na frente dos bancos e do 22.º BPM. A ” Ponto 50″ é uma arma de alto poder de fogo capaz de derrubar um avião e perfurar blindados. Esse tipo de metralhadora pode disparar de 400 a 600 tiros por minuto.

Viaturas da polícia chegaram ao local dos ataques cerca de 20 minutos depois da saída dos assaltantes. 11 guarnições foram enviadas para o setor bancário. A área foi isolada para perícia. Uma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi acionada e encontrou explosivos no Santander (clique aqui e assista ao vídeo com imagens da agência após a explosão). As polícias Civil e Federal estão investigando o caso.

Ainda na madrugada, vídeos divulgados pelas redes sociais mostraram a situação das outras agências e o som dos disparos.

 

Relacionado

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *