O jornal mais antigo em circulação do Agreste Setentrional de Pernambuco

Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019 11:45

Surubim, Casinhas e João Alfredo vencem o Dia do Desafio; Vertente do Lério perde por diferença de 1%

13/06/2018

Estudantes da Escola São Luiz, em Casinhas participaram do Dia do Desafio (Foto: Reprodução/ YouTube)

As cidades de Surubim, Casinhas e João Alfredo venceram a edição 2018 do Dia do Desafio, uma competição mundial entre municípios que visa mobilizar a população contra o sedentarismo.  Realizado sempre na última quarta-feira de maio, este ano, devido aos transtornos provocados pela greve dos caminhoneiros, o evento aconteceu excepcionalmente em junho, no dia 6. Vence a cidade que conseguir envolver a maior parcela da população em no mínimo 15 minutos de exercícios físicos. Os resultados da nossa região divulgados pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), que promove a disputa em parceria com as prefeituras, são os seguintes:

(Foto: Divulgação/ Sesc/ Montagem: Correio do Agreste)

Vertente do Lério, disputou com a cidade de São Sebastião da Amoreira, no Paraná e perdeu por uma diferença de 1%. Veja o placar:

(Foto: Divulgação/ Sesc/ Montagem: Correio do Agreste)

Este é o nono ano que os surubinenses participam da disputa e o primeiro que competem com uma cidade brasileira. Nas outras edições, o município concorreu com Pedro Escobedo, (México, 2010), Rafael Freyre (Cuba, 2011), Pojo (Bolívia, 2012), Aserri (Costa Rica, 2013), Cabaiguán (Cuba, 2014) Tajumulco, (Guatemala, 2015), Toa Baja (Porto Rico, 2016) e Funza (Colômbia, 2017). O resultado desfavorável só ocorreu uma vez, em 2014, e por menos de 1% de diferença.

Já Casinhas, conquista a terceira vitória na competição derrotando Belén, na Nicarágua. Em 2017, a cidade não foi inscrita no desafio. A última participação foi em 2016 enfrentando Barroquinha, no Ceará, quando perdeu por 35,76% contra 50,43% da adversária. Vertente do Lério também não concorreu no ano passado. Em 2016, obteve 45,85% derrotando Puntarenas, na Costa Rica, que mobilizou 13,13% da população.

João Alfredo perdeu em 2017 por 1,29% para Mombaça, no Ceará. A contagem ficou 69,91% X 68,62%. No ano anterior, os joãoalfredenses entraram pela primeira vez na disputa e ganharam da cidade de Cuauhtemoc, no México.

 

 

Relacionado

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *