O jornal mais antigo em circulação do Agreste Setentrional de Pernambuco

Sábado, 20 de Outubro de 2018 04:49

‘Cegonheiros’ realizam carreata de protesto em Surubim

09/05/2018

Carreata passou pelo Centro de Surubim na manhã desta quarta-feira (9) (Foto: Reprodução/ Divulgação)

Na manhã desta quarta-feira (9), motoristas de caminhão-cegonha, participaram de uma carreata pelas principais ruas de Surubim com o objetivo de chamar a atenção da população sobre a situação da categoria. Os caminhões são utilizados no transporte de veículos e os seus condutores chamados de “cegonheiros”. Eles saíram da Rodovia PE-90, passaram pelo Centro da cidade e encerraram a mobilização no Pátio da Usina, por volta de 13h.

O grupo reivindica do Governo do Estado, o cumprimento de um dos itens do Prodeauto (Programa de Desenvolvimento do Setor Automotivo do Estado de Pernambuco), criado em 2008 com a finalidade de atrair e fomentar investimentos no setor automotivo, mediante concessão de incentivos fiscais na área do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços). Segundo os “cegonheiros”, o programa prevê a contratação de 78% de mão de obra local pelas empresas que se instalam no Estado, como contrapartida pelos 95% de abatimento que elas recebem no imposto. Aqui em Pernambuco, a única indústria automotiva é a Fiat, localizada em Goiana, na Mata Norte, que conforme os cegonheiros, tem contrato com o Grupo SADA, com sede em Minas Gerais, para transportar os veículos fabricados na unidade.

“Se o Estado ofereceu e oferece inúmeros benefícios e incentivos para a montadora, ela é obrigada a cumprir o acordo. Pernambuco tem deixado de arrecadar ao ano algo em torno de R$ 140 milhões em impostos, porque as empresas daqui não são as responsáveis pelo escoamento da produção”, afirma Milton Freitas, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Autônomos e Microempresas de Veículos e Congêneres de Pernambuco (Sintraveic-PE).

No dia 12 de março deste ano, pela primeira vez, o governador Paulo Câmara (PSB), recebeu no Palácio do Campo das princesas, uma comissão da categoria, que estava acompanhada pelo deputado federal Pastor Eurico (PEN). O encontro durou cerca de uma hora. “O governador pediu um prazo de 10 dias para solucionar o conflito, porém já se passou mais de um mês e até agora o Governo não se pronunciou sobre as demandas apresentadas”, reclama Freitas.

Ato terminou no Pátio da Usina por volta das 13h (Foto: Reprodução/ Divulgação)

Protestos acontecem em várias cidades do Estado

A agenda de protestos dos “cegonheiros” começou em 31 de julho do ano passado, com as carretas ocupando o Centro da capital pernambucana. Após ações ajuizadas pela Prefeitura do Recife e o Governo do Estado, os manifestantes foram para a orla de Boa Viagem e Jaboatão dos Guararapes e de lá, mais uma vez por força de outra medida judicial, seguiram para as imediações da Fábrica da Fiat onde permanecem acampados de forma ininterrupta há mais de 250 dias.

As manifestações já foram realizadas em Olinda, Recife, Jaboatão dos Guararapes, Caruaru, São Caetano, Toritama, Garanhuns, Bezerros e Surubim. Nesta quinta-feira (10), o ato acontecerá em Carpina, na Mata Norte. Confira o vídeo da mobilização em Surubim. As imagens foram produzidas pelo colaborador do Correio do Agreste, Eduardo Gomes.

 

Da Redação com informações da Assessoria de Imprensa do Sintraveic-PE  

Relacionado

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *